Ações do Ego

Todos nós chegamos a este mundo com um tikun (correção) espiritual a ser corrigido (aprimorado).
Esta correção advém de vidas passadas, e não podemos nos livrar de suas influências negativas até que tenham sido corrigidas.
Muitas vezes nos falta a coragem emocional e a força espiritual para corrigir todas as nossas falhas.
Além disso, nossos egos usam muitas táticas para nos desviar do que é melhor para nós.
Uma das mais poderosas destas táticas é o cinismo: a idéia de que um ser humano inteligente não deve nem sequer cogitar nada além do caos.
Esta é uma escapatória conveniente para não precisarmos fazer o árduo trabalho de transformação espiritual.
Ela nos permite enxergar a nós mesmos como vítimas inocentes, em vez de nos fazer aceitar o fato de que somos seres responsáveis e totalmente aptos a prestar contas pelo estado de nossas próprias vidas.
Existem duas maneiras de se purificar: ou pela dor ou transformando-se espiritualmente.
O caminho da dor machuca o corpo: nossa saúde, nossas finanças, nossas vidas pessoais.
Quando adoecemos ou nosso estado de saúde é instável, se perdemos um negócio ou falimos, se o casamento termina ou se nossos filhos nos causam sofrimento, isto tudo é considerado purificação espiritual.
O Caminho da transformação espiritual contemplativa machuca somente o ego.