A felicidade

Sempre devemos tomar cuidado com aquilo que desejamos.
Muitas vezes confundimos prazer temporário com felicidade duradora, porque as armadilhas do mundo físico têm grande poder de sedução.
Felicidade é, no entender da Cabalá, algo ligado aos anseios da alma.
Precisamos ter forças para fazer a restrição dos desejos egoístas.
Precisamos pedir aquilo que a alma precisa, e não aquilo que o ego quer.
Você passa a valorizar tudo o que a vida lhe traz, e isso é felicidade para os cabalistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *